Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - banner mobile
Anúncio - Pilates mobile topo
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - campanha nova mobile
Anúncio - CAMPANHA FIQUE EM CASA
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - banner rodape
Anúncio - Terrenos mobile, apts na planta
E TODO MUNDO FOI PRA RUA...
Isolamento social está em queda no Paraná desde o final de abril
Temos o quinto pior índice de isolamento social entre todos os estados do Brasil!
Publicado em 10/05/2020 às 09:58 Italo
Isolamento social está em queda no Paraná desde o final de abril

O Paraná marcou nesta semana o quinto pior índice de isolamento social entre todos os estados do Brasil! A média de adesão à quarentena ficou em 39,2%, a segunda mais baixa da região sul, atrás apenas de Santa Catarina, onde o respeito à quarentena foi de 39,03%.

O número segue uma tendência que se repete ao longo de toda a semana passada. O cumprimento do isolamento social no território paranaense tem ficado abaixo dos 50% desde o início de maio. A informação vem do Mapa Brasileiro da Covid-19, mantido pelo portal Inloco, que tem monitorado os números da pandemia no Brasil.

As medições das taxas de isolamento social são diárias e feitas com base na geolocalização de telefones celulares. O número desta quinta-feira foi um dos piores desde que as medidas de contenção da doença foram reforçadas.

O isolamento social começou a ter maior adesão no Paraná a partir do dia 17 de março, na mesma semana em que escolas e universidades paralisaram as atividades em função da pandemia.

A partir daí, cidades passaram a baixar medidas mais duras, obrigando o fechamento de comércios considerados não essenciais. As medidas surtiram um efeito imediato e impactaram na maior taxa de isolamento da série histórica, 65,6%, no dia 22 de março, um domingo. Desde então os índices começaram a cair, registrando o pico da baixa na adesão no dia 30 de abril, com 38,5%. No dia em que o Estado registrou a maior taxa de respeito às medidas de contenção, 22 de março, haviam no Paraná 97 casos confirmados da doença e nenhuma morte.

OS PRIMEIROS ÓBITOS

Os primeiros óbitos foram notificados cinco dias depois, em 27 de março. No dia 30 de abril, data com a menor taxa de isolamento desde o reforço nas medidas de contenção, eram 82 mortes e mil quatrocentos e sete casos confirmados de coronavírus no Estado.

Os dados do Mapa Brasileiro da Covid-19 também mostram que desde abril o isolamento social teve queda no Paraná. No mês passado a média de isolamento no estado foi de cerca de 46%. Em março, entre os dias 17 e 31, quando as medidas de contenção haviam sido ampliadas, a média foi de pouco mais de 49%, ou seja, houve queda de aproximadamente 4% no respeito às medidas de isolamento na comparação com os dois períodos.

A queda do isolamento social no Paraná repete uma tendência entre todos os estados do Brasil. Com o relaxamento das medidas de proteção, há uma semana nenhum dos estados e o Distrito Federal conseguiram manter os índices de adesão à quarentena acima de 50%. No apanhado geral, o Paraná está na posição de número 18 na adesão ao isolamento social.

ACOMPANHE O ÍNDICE DIÁRIO DE ISOLAMENTO SOCIAL CLICANDO AQUI!

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também