Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - banner mobile
Anúncio - Pilates mobile topo
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - campanha nova mobile
Anúncio - CAMPANHA FIQUE EM CASA
Anúncio - Terrenos mobile, apts na planta
COVID-19
Ministério Público cobra de todos respeito à lei de prevenção!
Cumprimento deve ser rigoroso para a manutenção do comércio aberto!
Publicado em 30/04/2020 às 11:49 Italo
Ministério Público cobra de todos respeito à lei de prevenção!

O Brasil ultrapassou 5 mil mortos pelo novo coronavírus (Covid-19) e o aceleramento preocupante da escala de contágio ligou o sinal de alerta em estados e municípios. Em Umuarama, a pedido do Ministério Público, uma reunião foi realizada com as participações do prefeito Celso Pozzobom e do presidente da Aciu, Orlando Luiz Santos.

No encontro, nesta terça-feira (28), o promotor Marcos Antônio de Souza expôs a preocupação com o cumprimento das medidas de prevenção delineadas nos decretos municipais editados nas últimas semanas.

Segundo ele, é perceptível um certo 'relaxamento', por parte de colaboradores do comércio e consumidores em geral, em relação ao cumprimento das normas.

Para evitar que tal comportamento resulte novamente no fechamento dos estabelecimentos, ele solicitou o respaldo do Executivo e da Associação Comercial, Industrial e Agrícola.

"Estamos empenhados em reiterar todos os procedimentos junto ao empresariado e funcionários, no sentido de cumprir com rigor o que está estabelecido em lei. Nosso pessoal visitará as lojas e salientará a importância disso para a normalidade das atividades", ressalta o presidente da Aciu, Orlando Luiz Santos. "Contamos, mais do que nunca, com a efetiva colaboração de todos os envolvidos", complementa.

Da mesma forma, o prefeito Celso Pozzobom reforça que o comprometimento é fundamental para que a atividade comercial prossiga nos moldes atuais.

Cabe aos empresários, na visão do Ministério Público, cobrar dos colaboradores, que por sua vez não devem abrir concessões aos consumidores no tocante a regras como o uso obrigatório de máscara, uso de álcool gel, distanciamento adequado e outros aspectos, contemplados nos decretos municipais 082/2020 e 094/2020.

FONTE OFICIAL: Associação Comercial (Aciu)

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também