Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - banner mobile
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - Pilates mobile topo
Anúncio - BANNER MOBILE NIVER 62 ANOS
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - TOP LIFE RODAPE
Anúncio - MOMENTO SUPERA
CUIDAR DO DINHEIRO!
Valeu a lição: Caíram as vendas e preço da carne parou de subir...
O consumidor aprendeu a lição: fugir de preços altos de alimentos!
Publicado em 24/12/2019 às 07:44 Italo
Valeu a lição: Caíram as vendas e preço da carne parou de subir...

Vocês viram? Após 12 semanas em alta, os preços da carne bovina pararam de subir! (Mas não abaixaram...)

De acordo com a Scot Consultoria, os preços da carne alcançaram o teto e pararam de subir, após três meses de altas. A empresa afirma que a consequência da disparada dos preços das últimas semanas foi a diminuição do ímpeto de compras da população. “Com menos vendas na ponta final da cadeia, a demanda do setor varejista esfriou e as câmaras frias dos frigoríficos ficaram um pouco mais cheias”, disse em boletim diário. Assim, a maior oferta de carne nas indústrias fez com que os preços do produto perdessem força!

Esse cenário também foi observado na carne com osso, que registrou queda de 5,2% na comparação diária. O levantamento indica que o atual preço da arroba bateu recorde e chegou a ser negociado por R$ 230, com aumentos registrados em 29 das 32 praças do Estado de São Paulo pesquisadas pela entidade.

“É a primeira vez, desde novembro de 1991, que a cotação atinge esse patamar (considerando o preço nominal e também o preço deflacionado)”, disse a BoiSCOT quado o preço bateu R$ 200.

CLIENTES MUDARAM O CARDÁPIO

Em Umuarama, a situação é igual; os açougues andam meio vazios e aquelas longas filas de clientes vão demorar a se repetir, só quando os preços abaixarem a um nível considerado moderado pelos consumidores. A realidade, retratada em todas as redes sociais, é que os brasileiros mudaram o cardápio para as festas de fim de ano, optando por outros tipos de carnes, principalmente o frango e... ovos!

A lição que fica é que toda vez que algum produto subir demais e que não está ao alcance econômico dos consumidores, todos fugirão dos preços considerados abusivos para seu próprio bolso.

Podemos até dizer que isso virou um costume, um tipo de cultura moderna – comprar aquilo que tem um preço justo para a maioria da população. É isso! (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também