Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - BANNER PERSIANAS
Anúncio - banner mobile tecnico em podologia
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - Banner mobile
Anúncio - banner mobile
Anúncio - banner móbile
Anúncio - banner rodape
Anúncio - campanha nova mobile
SETEMBRO VERMELHO
Cuidado: A cada minuto alguém morre vítima de doenças do coração!
Campanha alerta a população sobre os cuidados com o coração!
Publicado em 04/09/2019 às 08:21 Italo
Cuidado: A cada minuto alguém morre vítima de doenças do coração!

A cada minuto, uma pessoa morre vítima de doenças cardiovasculares no mundo! As chamadas DCVs foram responsáveis por 30% de todas as mortes em 2010, comparados com 25% em 1990, de acordo com o estudo sobre a Carga Global da Doença feito pela Organização Mundial da Saúde, de 2014. Estas doenças geram um custo de mais de US$ 850 bilhões. No Brasil, o quadro não é diferente: 33% dos óbitos no País são ligados ao coração.

Pensando em reverter esta alarmante estatística, o Instituto Lado a Lado Pela Vida idealizou uma campanha nacional de combate das doenças cardiovasculares, a "Siga Seu Coração e Tome Uma Atitude". O auge da mobilização acontece no mês de setembro com a chegada do Setembro Vermelho.

O mês foi escolhido pois no dia 29 comemora-se o Dia Mundial do Coração. O objetivo é, por meio dos conteúdos informativos e ativações em empresas e locais de grande circulação de pessoas, contribuir para que a população saiba mais sobre como evitar o desenvolvimento das doenças do coração, sobre os principais fatores de risco e sobre como mudar hábitos no dia a dia para levar uma vida mais saudável.

"Criar uma campanha para atuar na prevenção das doenças do coração é muito importante, pois a população, com informação, pode mudar seu modo de vida, multiplicar este conhecimento e salvar muitas vidas", ressalta Marlene Oliveira, presidente do Instituto Lado a Lado pela Vida, idealizador da campanha.

FOCO NA MUDANÇA DE HÁBITOS

Os principais fatores de risco para as doenças cardiovasculares estão presentes no cotidiano da população, como a obesidade, o tabagismo, o consumo excessivo de sal e sódio, o estresse e o aumento ou crescimento de casos de pressão alta.

Diversas pesquisas feitas em países desenvolvidos atribuem entre 50% e 60% da melhoria na mortalidade resultante de doença cardíaca coronariana nas últimas décadas à redução dos fatores de risco através de métodos básicos de prevenção, tais como reduzir o tabagismo ou mudar a dieta.

"A maioria das pessoas procura o médico quando fica doente. Queremos que façam os exames preventivos, busquem mudanças de hábitos, orientações sobre práticas de exercícios físicos, de alimentação saudável e menos estresse no trabalho como alternativa para a saúde do coração", afirma o cardiologista Marcelo Sampaio, integrante do Comitê Científico do Instituto.

MAIS INFORMAÇÕES CLIQUE AQUI

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Anúncio - Dentista
Comentários
Veja também