Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - banner rodape
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner mobile rodape
BEM ESTAR
Não segure o “atchim!”... Espirrar faz bem à saúde!
E interromper um espirro que já está ocorrendo não é bom.
Publicado em 15/04/2017 às 00:00 Ítalo
Não segure o “atchim!”... Espirrar faz bem à saúde!

Segundo especialistas, se você percebe que está prestes a espirrar, a melhor coisa a fazer é ir com tudo e não segurar o espirro.

Para o professor de otorrinolaringologia da Universidade Saint Louis, Alan Wild, fechar o nariz para não espirrar não é recomendável. Tudo bem você aliviar a vontade de espirrar, coçando o nariz ou respirando fundo, mas interromper um espirro que já está ocorrendo não é um bom negócio.

Na verdade, é provável que nada aconteça se você segurar o espirro – mas há algumas pessoas que possuem anormalidades anatômicas que podem sofrer sérias consequências. Se você for uma delas, pode se machucar seriamente “engolindo” o espirro.

 

UM ESPIRRO BLOQUEADO PODE:

Machucar o diafragma

Romper um vaso de sangue na córnea, machucando seus olhos

Romper seu tímpano, perdendo a audição ou, em casos menos graves, ficar com vertigem e tontura

Enfraquecer um vaso sanguíneo do cérebro, fazendo com que ele se rompa posteriormente, quando a pressão sanguínea sofrer alguma elevação

Segundo Wild, o risco de que isso possa acontecer é baixo, mas não são fenômenos impossíveis – então não tenha vergonha e espirre mesmo! (Só lembre de tampar educadamente a boca e o nariz, para não contaminar o coitado que está na sua frente!!!)

 

EXPULSÃO DE AR

O espirro é a expulsão de ar pelo nariz e, algumas vezes, pela boca. Este é causado por bloqueio ou irritação das vias aéreas, principalmente do canal nasal (nariz), e tem como função limpar as vias aéreas.

O espirro é um mecanismo de defesa e tem como função expulsar vírus, bactérias, poeira e outras partículas que possam impedir o fluxo de ar nas vias respiratórias. Por isso, através do espirro, podem-se transmitir doenças.

Devido à inconveniência do espirro, muitas pessoas o prendem para evitar fazer barulho ou evitar a saída de líquido. Mas isso não deve ser feito, porque o espirro sai com uma velocidade muito alta e, ao tapar o nariz, a pressão que deveria sair por ele é transmitida para o canal do ouvido, correndo o risco de causar surdez repentina, vertigem (tontura) ou romper o tímpano (membrana que separa duas das regiões do ouvido).

Um espirro pode atingir 165 quilômetros por hora, então não é uma boa idéia apertar o nariz. "O ar precisa sair para algum lugar", explica o otorrinolaringologista americano Andrew Lane, do Hospital Johns Hopkins. "Ao tapar o nariz, você pode romper um tímpano, danificar membranas do ouvido ou até estourar pequenas veias dos olhos."

FONTE: Life's little mysteries

 

POR QUE DIZEMOS “SAÚDE” QUANDO ALGUÉM ESPIRRA?

Quem nunca disparou um “Saúde!” a alguém que acabou de espirrar? O costume, feito quase que de forma automática por algumas pessoas, é uma realidade na maior parte do mundo.

Em Portugal, é comum dizerem "Santinho!"; nos países de língua inglesa se diz algo como “Deus te abençoe”; e por aí vai...

Como sabemos, o espirro pode ser um dos sintomas de algumas doenças respiratórias. Mas, seguindo a mesma linha de raciocínio, por que não dizemos “Saúde!” a uma pessoa que acabou de tossir?

Na verdade, o costume é mais antigo do pensamos. Embora não se saiba exatamente quem criou tudo isso, acredita-se que a prática tenha surgido a partir de antigas crendices.

Uns acreditavam que quando a pessoa espirrava, sua alma saia de seu corpo, sendo necessário dizer “Saúde!” (ou algo semelhante) para não ser tocada por algum espírito do mal.

Outros pensavam que, durante o instante do espirro, o coração parava de bater. Desta forma, a palavra funcionaria como uma espécie de cumprimento feito à pessoa que acabara de “voltar à vida”.

Comentários
Veja também