Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - MOBILE MARÇO
Anúncio - banner mobile
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner mobile topo
Anúncio - Procon móbile
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
RECORDE
Umuarama teve 7.205 casos de covid em fevereiro
É o maior número de pessoas diagnosticadas com a doença desde o início da pandemia
Publicado em 07/03/2022 às 13:30 Ítalo
Umuarama teve 7.205 casos de covid em fevereiro

O ano de 2022 começou com um aumento surpreendente no número de casos de covid-19: após um dezembro com apenas 123 casos registrados, janeiro fechou com 6.980. E agora, de acordo com levantamento da Secretaria Municipal de Saúde, fevereiro teve nada menos que 7.205 pessoas diagnosticadas com a doença – o maior número de casos confirmados desde o início da pandemia.

O secretário municipal de Saúde, Herison Cleik da Silva Lima, observa que apesar de os números impressionarem, os internamentos e os óbitos felizmente não aumentaram na mesma proporção. “Seguramente o avanço no esquema de vacinação da população é o principal sistema de defesa contra o coronavírus. O risco de infecção pela variante ômicron é seis vezes maior entre pessoas que não tomaram a vacina ou que não completaram o esquema vacinal e, conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), a imunização comprovadamente protege contra hospitalizações e óbitos”, comenta.

Dos 7.205 casos de covid-19 registrados em fevereiro, metade acometeu as mulheres (3.552), 35% a homens (2.796) e 15% a crianças (1.143). “Em pontos percentuais, o maior aumento de casos foi registrado entre as crianças – 80% a mais que o mês anterior. E como em Umuarama a vacinação deste grupo segue em ritmo acelerado, felizmente a doença veio de forma branda, sem a necessidade de internação de nenhuma criança”, pontuou o secretário.

Ele chama a atenção ainda para dados de outro relatório, emitido pela Vigilância em Saúde, sobre o perfil de pessoas que tiveram de ficar internadas para tratamento e as que faleceram por complicações decorrentes da doença. “Considerando os pacientes que ficaram internados em enfermarias, 67% deles não tinha o esquema vacinal completo, ou seja, apenas 33% tomou as três doses estabelecidas pela OMS. Já dos pacientes que passaram pela UTI nos últimos 15 dias, metade estava completamente imunizada”, informa.

Nove pessoas faleceram por covid-19 em fevereiro e, segundo o relatório, apenas duas haviam tomado as três doses da vacina. “São números que precisam ser observados por toda a população, pois confirmam que a vacina é fundamental para garantir essa defesa contra o vírus SarS-CoV-2. Ela [a vacina] não garante que a pessoa não vai pegar a doença, porém quem é diagnosticado e está imunizado tem sintomas amenos, moderados. Chamamos a atenção da população para que fique atenta ao calendário de vacinação divulgado diariamente no site e nas redes sociais da Prefeitura”, indica.

FONTE – Prefeitura de Umuarama

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também