Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - Matriculas Abertas
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - banner rodape
DESAFIO:
Comércio: Quem não inovar vai falir!
O que o setor varejista deve fazer para superar os desafios da pandemia
Publicado em 17/03/2021 às 11:34 Italo
Comércio: Quem não inovar vai falir!

Inovar para não desaparecer: esse é o desafio diário de centenas de milhares de empresas que se digladiam diariamente no mundo corporativo em busca de espaço no mercado.

Em uma era de extrema competitividade, em que o consumidor tem acesso à informação como jamais teve, e em que o lançamento de hoje é o antiquário de amanhã, inovação não é virtude, é obrigação!

No ano passado milhares de empresas comerciais faliram porque seus proprietários ainda praticavam os antigos e ultrapassados modos de vendas, desconhecendo a transformação digital em curso, não suportaram as consequências da pandemia que afugentou os consumidores do comércio de rua. Traduzindo: lojas e empresas de todos os tipos de produtos faliram em 2020 por falta de inovação e incapacidade de adaptação, uma característica comum é a desatualização com as novidades do mercado. Algumas nem sequer tinham computadores e internet, vivendo das vendas no balcão... Para se ter uma ideia do tamanho do “rombo” ou estrago total causado pela crise ao longo do ano passado, tomemos como exemplo a grande São Paulo – maior centro comercial do Brasil - que notificou o aumento de 73% nos pedidos de falência durante a pandemia do novo coronavírus!!!

Entre algumas possíveis soluções que o comércio está adotando em situações como esta, é trabalhar com o delivery, não só de comidas, mas de outros produtos para o lar.

Entregar a compra no local de moradia do cliente, e não fazer com que ele tenha de ir até o estabelecimento comercial, visto que mesmo que elas não possam sair de suas casas, elas não deixaram de terem necessidades. Elas precisam continuar consumindo, e os comerciantes precisam continuar vendendo. Portanto, é altamente positivo adotar este formato como uma oportunidade de negócio.

O comércio em geral vem se atualizando aos novos costumes – e continuará nesse ritmo - expondo seus produtos na internet, com catálogos virtuais de suas mercadorias, onde seus consumidores possam acessar e escolher o que mais lhe atende naquele momento. A partir daí, ele precisa definir boas ofertas para chamar atenção e que estejam alinhadas com as necessidades das pessoas neste momento, garantindo que essa oferta chegue ao máximo de pessoas possíveis. É a propaganda online, um meio que realmente funciona. Está provado que é um sucesso de vendas e tem retorno garantido investir em anúncios em sites de notícias de sua cidade e nas redes sociais. Basta ver que a audiência na internet é forte e supera em todos os sentidos a imprensa escrita (jornais impressos) e outros veículos ‘antigos’... O consumidor hoje está conectado em massa na web!!!

Comerciantes que conseguiram dar a volta por cima da crise usando esses novos métodos de vendas e de propaganda podem comprovar que foi uma decisão acertada eles terem mudado o comportamento comercial, adotando novas formas de anunciar e vender-entregar seus produtos, adaptando-se aos novos tempos. Basta seguir o exemplo deles, pois este é o momento de ação e renovação. E o comerciante precisa adaptar o seu negócio para o novo mercado. O que não dá é ficar de braços cruzados esperando que um milagre aconteça... (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também