Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - banner mobile
Anúncio - BANNER 1
Anúncio - Pilates mobile topo
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - USE MASCARA MOBILE
Anúncio - banner rodape
ALERTA!
Empresa que não investir em inovação está fadada a falir!
O Futuro é hoje
Publicado em 04/02/2017 às 00:00 Italo
  Empresa que não investir em inovação está fadada a falir!

Antes de tudo, o Portal ITALO avisa que esta informação não tem caráter sensacionalista, derrotista e muito menos pessimista. Não temos bola de cristal para prever o futuro, mas nos baseamos em índices confiáveis que merecem a atenção do empresariado e industrias. Aos homens de negócios, enfim... Tem a ver com não parar no tempo, porque nesses setores o futuro é hoje também...

Enquanto muitas empresas paranaenses projetam um cenário econômico mais vigoroso para 2017, a 21ª Sondagem Industrial deu conta de que 55,1% dos seus diretores estão otimistas: existe uma parte significativa dessas indústrias e das entidades de suporte à atividade trabalhando como uma perspectiva de futuro mais alongada, visando a guinada que se avizinha por meio da Indústria 4.0 ou a chamada 4ª revolução industrial.

Não há exagero em concentrar ações para a assimilação disso, pois é consenso na própria Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) que estará fora da jogada a organização que não investir em estratégias capazes de fornecerem dados e fatos em tempo real para a tomada de decisões, ampliando drasticamente a produtividade, a maximização dos recursos utilizados e, consequentemente, a competitividade.

Banco de dados inteligente, simulações advindas da digitalização de processos e a "internet das coisas" (conectar itens do cotidiano à rede mundial de computadores) rapidamente precisam ser assimilados pelas indústrias que projetam superar 2020 na nova era e aproveitando uma gama de possibilidades que virão a reboque.

"É uma imensa oportunidade para quem tem a inovação no coração do negócio", assegura o gerente do Centro Internacional de Inovação do Sistema Fiep, Filipe Cassapo.

"Caminhamos para sistemas cada vez mais autônomos, que conversam entre si, mas isso não elimina o ser humano. Diferente das revoluções industriais anteriores (a vapor, elétrica e automação), a quarta revolução industrial tem um pragmatismo incomparável, enobrece o papel de cada um de nós, direciona a humanidade para tarefas mais elaboradas e isso é desenvolvimento, que no conceito 4.0 está intrinsecamente ligado à geração de riqueza e à distribuição dela, permitindo a todos que vivam melhor", acredita.

.......................................................................

 

Galeria
Comentários
Veja também