Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - banner mobile
Anúncio - BANNER PERSIANAS
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - banner mobile tecnico em podologia
Anúncio - BANNER MOBILE NATAL
Anúncio - campanha nova mobile
Anúncio - Cidadania Esmola Nâo
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner móbile
CLIMA TEMPO
Ufa, que alívio: Inverno será “mais quente”...
Em Umuarama teremos, nos dias mais frios, 12º graus...
Publicado em 14/06/2017 às 00:00 Italo
Ufa, que alívio: Inverno será “mais quente”...

Os últimos dias, mesmo ainda sendo outono, o frio castigou o Paraná. Faltam poucos dias para começar o inverno e todo mundo teme que será ainda mais gelado...

Mas os meteorologistas avisam que ele não será tão ruim assim. De acordo com o instituto ClimaTempo, a previsão é de que a estação, que vai das 13:24 horas do dia 21 de junho até as 17:02 horas do dia 22 de setembro de, seja menos rigorosa do que em 2016, porém, mais úmida durante os meses de julho e agosto.

Conforme o instituto, a menor intensidade do frio se deverá ao período de total “neutralidade” em relação aos fenômenos El Niño e La Niña. “Isso faz com que a frequência e a força das frentes frias não sejam tão intensas quanto em 2016”, explica o meteorologista Alexandre Nascimento.

Isso significa que as temperaturas mínimas devem se manter mais altas do que a média para o período. No Sul do estado e em Curitiba, essa média é de 5°C a 7°C, enquanto no Norte é de aproximadamente 12°C. As máximas, que ficam em torno de 15°C, em média, no sul e na capital, devem se manter na média nestas regiões. No Norte, os termômetros podem marcar temperaturas mais altas do que o esperado para o período.

Aqui na Região Metropolitana de Umuarama nos dias mais frios a temperatura deverá oscilar em torno dos 12º C...

 

GEADA

Segundo Nascimento, mesmo com a perspectiva de um inverno um pouco “mais quente”, haverá episódios de frio mais intenso e, eventualmente, condições para formação de geada, principalmente nas áreas mais altas, como na região de Curitiba.

 

CHUVA

Mesmo que o inverno seja mais seco do que o verão, para todo o Sul do País, a expectativa é de que haja muitas chuvas entre os meses de julho e agosto. “Essa chuva não deve ser tão intensa quanto no fim de maio e começo de junho em volume, e vamos até ter mais espaço entre duas frentes frias”, disse o meteorologista do Climatempo. Ainda assim, a frequência das precipitações fará com que haja risco para cheias e enchentes.

A partir de setembro, a Região Sul entrará no mesmo ritmo que o restante do País e terá menos chuvas. O mês deve ser mais seco do que o normal em todo o Brasil e a primavera, que no ano passado teve temperaturas mais restritas, deve começar mais quente.

FONTE: ClimaTempo

www.colunaitalo.com.br

Anúncio - Dentista
Comentários
Veja também