Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - BANNER MOBILE NATAL
Anúncio - banner mobile
Anúncio - Banner mobile
Anúncio - BANNER PERSIANAS
Anúncio - banner mobile natal
Anúncio - banner móbile
Anúncio - campanha nova mobile
Anúncio - banner rodape
18%
Gravidez Gestacional: O que você precisa saber?
O caso da apresentadora Tatá Werneck dá o sinal de alerta para essa doença
Publicado em 29/10/2019 às 08:25 Ítalo
Gravidez Gestacional: O que você precisa saber?

Há cerca de uma semana, a apresentadora Tatá Werneck deu à luz a sua primeira filha. Embora com contrações regulares e em trabalho de parto, ela teve de passar por uma cesárea. Por quê?

Tatá estava sofrendo de Diabetes Gestacional. Essa doença que afeta 18% das grávidas no Brasil. Além de prejuízos à saúde da mamãe, o Diabetes Gestacional ainda oferece riscos ao bebê.

O distúrbio ocorre porque o corpo da mulher passa por diversas alterações com a gestação. Essas mudanças não são apenas aquelas evidentes, mas existem alterações hormonais, no sangue e no funcionamento dos órgãos.

Um exemplo é o que acontece ao pâncreas de uma grávida, que passa a produzir maior quantidade de insulina durante a gestação (a insulina é responsável por transportar a glicose dos alimentos até as células).  Isso acontece com intensidade no último trimestre da gravidez, quando a mulher precisa ingerir uma quantidade maior de carboidrato para que a criança se desenvolva bem.

Acontece que outros hormônios liberados pela placenta atrapalham esse processo e obrigam o pâncreas, glândula que produz a insulina, a trabalhar dobrado para manter os níveis da substância em ordem. Muitas vezes, o esforço não é suficiente e sobra açúcar demais na corrente sanguínea: é o Diabetes Gestacional.

Não basta uma boa alimentação para prevenir esse tipo de diabetes. Porém, a atenção à nutrição e à prática de atividade física regular, podem ajudar a prevenir ou ao menos controlar esse distúrbio.

O Diabetes Gestacional as vezes é confundido com os sintomas comuns de uma gravidez saudável. Afinal, inchaço e engorda durante a gestação são comuns em qualquer grávida. Portanto, deve haver regularidade na medição do nível de glicose, durante as consultas.

O médico ainda pode indicar exames laboratoriais como glicemia de jejum, curva glicêmica e hemoglobina glicada. Somente por meio deste tipo de verificação, o médico obstetra será capaz de oferecer um diagnóstico preciso.

De forma específica, não existe um tratamento. Apenas o cuidado extra com a alimentação e a atividade física moderada são recomendadas.

Se o diabetes não for controlado durante a gestação, pode se transformar em Diabetes tipo 2 e prejudicar permanentemente a saúde da mamãe.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Anúncio - Dentista
Comentários
Veja também