Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Pilates mobile topo
Anúncio - Banner Móbile
Anúncio - Banner mobile
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - campanha nova mobile
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner móbile
É PUM?
Entenda o que acontece dentro da barriguinha de seu filho
Dicas para reduzir a formação de gases nas crianças
Publicado em 26/09/2019 às 16:46 Ítalo
Entenda o que acontece dentro da barriguinha de seu filho

Entender o que acontece dentro da barriguinha de seu filho é dar atenção à saúde dele!

Em primeiro lugar, é preciso entender que “soltar pum” é algo normal. À medida que a comida passa pelo trato gastrointestinal, o intestino delgado absorve os alimentos ingeridos e as bactérias no intestino grosso quebram as sobras liberando hidrogênio e dióxido de carbono, o que acaba produzindo bolhas de gás durante esse processo.

Arrotar permite que algum gás escape do estômago logo de cara, e o resto viaja dentro do corpo – do cólon para o reto – onde vira pum. Mas quando isso não acontece facilmente, ele pode acumular no trato digestivo e causar inchaço e desconforto. E os bebês são especialmente propensos a isso.

Como o sistema digestivo dos bebês ainda está em fase de desenvolvimento, o intestino deles tende a fermentar o alimento e produzir gases em grande quantidade. Enquanto ainda mama no peito, é a qualidade da alimentação da mãe que pode estar levando à formação de gases nos bebês.

Alimentos açucarados e os que demoram a digerir são os principais vilões. Aumentar a frequência de alimentos integrais, frutas e verduras nas refeições só vai ajudar. A água, consumida de forma abundante entre as refeições também é uma amiga da digestão.

Entretanto, com crianças a partir de 1 ano, que ingerem maior variedade de alimentos, é possível colaborar com a digestão deles, tomando cuidados semelhantes:

Mais fibras na dieta
Ofereça mais nozes, grãos integrais, frutas e legumes. A fibra é um probiótico usado pelas bactérias intestinais e pode melhorar os gases.

Nada de chiclete e refrigerante
Goma de mascar e bebidas com gás possibilitam que as crianças tomem ar em excesso e o acumule.

Horário marcado
Aposte na opção de levar seu filho para fazer cocô logo depois de comer. Em cinco minutos ele resolve tudo o que precisa.

Diminuindo o incômodo
Ensine seu filho a respirar fundo e faça massagem nos ombros ou barriga dele. Qualquer tipo de relaxamento pode diminuir sua dor abdominal.

Tente probióticos
Ofereça alimentos fermentados, como iogurte e kefir ou dê ao seu filho um suplemento.

Bora gastar energia
Quando as crianças ficam sentadas, paradas durante muito tempo, o intestino segue o mesmo ritmo. O trato gastrointestinal funciona bem melhor quando a atividade física faz parte da rotina.

Texto: Adaptado de Gases no bebê; Tudo sobre o pum do seu filho – Revista Crescer

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Anúncio - Dentista
Comentários
Veja também